segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Perfume: A História de um Assassino

O Perfume é um romance do escritor alemão Patrick Süskind, publicado pela primeira vez em 1985. Foram vendidos 15 milhões de exemplares em quarenta línguas. O título original alemão é Das Parfum, die Geschichte eines Mörders (tradução literal em português, O Perfume, História de um Assassino). O Perfume foi considerado o livro da década de 1980 na Alemanha. O livro, até pouco tempo considerado inadaptável para a linguagem cinematográfica, foi transformado em filme no ano de 2006 pelo diretor alemão Tom Tykwer (Corra, Lola, Corra). Süskind negociou os direitos de filmagem com o produtor, também alemão, Bernd Eichinger (A Queda, A Casa dos Espíritos). O filme contou com um elenco de celebridades, tais como Dustin Hoffman e Alan Rickman. O personagem central da história foi interpretado pelo jovem Ben Whishaw. O orçamento da produção extrapolou o valor de 50 milhões de euros, segundo informações contidas no sítio da Deutsche Welle. (WP)Fortuna muito bem empregada, diria eu. É uma obra que não se pode deixar de assistir. Um filme de extrema profundidade e sutileza. Dá-nos uma ideia bem completa de todo o processo de concepção e criação de uma fragrância, além disso: mostra-nos como o mundo que nos cerca pode ser fragrante e instigante e também retrata, com muita destreza, os efeitos que um perfume pode provocar em alguém que tem sensibilidade pra perceber a grandeza e o alcance dessa poderosa alquimia. Um homem com olfato apuradíssimo representa aquele que pode sentir além do que se pode crer. Um homem que, na sua ingenuidade ou obsessão, comete coisas inacreditáveis a fim de obter a fragrância que marcou sua memória e sua vida. Vai aqui o trailer para deixar um gostinho de quero mais.




domingo, 30 de janeiro de 2011

Os dez perfumes mais caros do mundo

Segundo seleção divulgada em divadiz.com, eis os 10 perfumes mais caros do mundo:

10º lugar:
JAR Parfums Bolt of Lightning:














Do renomado joalheiro Joel A. Rosanthal




9º lugar:
Joy












Floral intenso, criado por Jean Patou.


8º lugar:
Chaminé Parfum














Com o frasco de cristal Lalique, um perfume raro, de edição limitada.


7º lugar:
Hermès 24 Faubourg











Clássico da empresa, houve uma edição em que foram produzidos apenas 1.000 frascos para que fossem distribuídos em todo o mundo.


6º lugar:
Annick Goutal’s Eau d’Hadrien













Perfume doce, com limão siciliano e cipreste.


5º lugar;
Baccarat’s Les Larmes Sacrées de Thebes










Considerado o aroma do antigo Egito.


4º lugar:
Chanel 05











Perfume consagrado e um dos mais vendidos no mundo.


3º lugar:
Caron’s Poivre










Uma mistura unissex de pimentas vermelhas e pretas.


2º lugar:
Clive Christian’s No. 1











Apenas 1.000 frascos produzidos anualmente.


1º lugar:
Imperial Majesty












Frasco decorado com anel de ouro no gargalo e um diamante de 5 quilates cravado na tampa. Chega a custar 215.000 dólares.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Mimosa

Mimosa L. é um género botânico pertencente à família Fabaceae. Inclui mais do que 400espécies de ervas e arbustos com folhas bipinuladas par. A espécie mais conhecida é a Mimosa pudica, chamada comummente dormideira ou sensitiva. Não deve ser confundida com a planta de nome comum mimosa. Esta é de facto a Acacia dealbata – que não é realmente uma mimosa. É uma árvore originária do Sudeste da Austrália e da Tasmânia. Foi introduzida em Portugal no século XIX para fixação dos solos no litoral mas tornou-se rapidamente numa espécie invasora de Norte a Sul do País. O período da sua floração é de Janeiro a Março.
As suas flores amarelas, como as que podemos ver na foto, deixam um agradável aroma (adocicado)no ar, muito característico deste período.
Na perfumaria, a mimosa (acacia dealbata) participa da composição de fragrâncias bastante doces e femininas. Bons exemplos são os consagrados Amarige by Givenchy e Eden by Cacharel.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Exubérance de O Boticário

A publicação que fiz sobre os saudosos perfumes que saíram de linha rendeu. Muita gente deixou comentário e o que mais me impressionou foi a quantidade de gente que sente saudades de Exubérance, uma fragrância de O Boticário que já está fora do mercado há muito tempo. Pensando nisso, resolvi deixar aqui um abaixo-assinado para que todos postem comentários e inscrevam-se. Exubérance era um perfume sem igual. Estonteante e profundamente delicado e atraente. Em minhas pesquisas na área da perfumaria e levando em conta as centenas de fragrâncias que conheço, ainda não senti nada muito parecido.
Inicialmente, seu frasco era uma ânfora (as garrafinhas de O Boticário) branca, leitosa, com a tampa de pedra-sabão. Um luxo. Depois mudaram para os frascos ovalados também já fora de linha. Mais tarde tiraram o perfume de circulação alegando dificuldade na obtenção das matérias-primas. Pena. Vamos lutar para que a empresa se sensibilize e traga essa preciosidade de volta, nem que seja em forma de edição limitada. Os clientes merecem, não acham? Então vamos postar comentários... Peçam aos amigos, vamos movimentar esse blog. Depois envio os comentários para a empresa e vamos torcer!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Perfumes Ambarados

São perfumes que sugerem um odor sedoso ou aveludado, nas notas de fundo, semelhante ao cheiro do talco ou do pó-de-arroz. As fragrâncias contendo esse aroma, em geral, se encaixam na classificação oriental e têm grande poder de fixação. Originalmente o âmbar é resultado de um processamento de uma matéria-prima chamada âmbar gris, obtida da secreção intestinal de uma espécie de baleia. Entretanto muitas plantas têm sido usadas com sucesso na otenção desse efeito, entre elas a sálvia, a mirra e o hibiscus. O odor ambarado também pode variar entre o terroso, o musgo e o tabaco. O âmbar contribui para fixar delicadamente na pele odores florais finos e sutis. Entre as grandes criações femininas contendo esse aroma estão Calendre de Paco Rabanne, Cinemá de Yves Saint Laurent, Euphoria de CK e The One de Dolce & Gabbana. Entre os masculinos estão Kouros de  YSL,  Le Male de Jean Paul Gautier e Ultra Violet by Paco Rabanne.

Attractive

Trata-se de uma fragrância floral frutal oriental em que rescendem as flores brancas (jasmim e muguet) de uma forma realmente atrativa. Logo de saída, a profusão floral frutal cria um impacto que não se desvanece, conduzindo-nos, inquietos, até o fundo da fragrância que, seguramente, traz notas de baunilha e âmbar, tornando-a quente e ainda mais deliciosa. Um perfume que não perde em nada para uma das criações de Jean Paul Gautier, Fleur du Male. Muito bem elaborado. Muito instigante. Muito moderno. E o que mais me impressionou: um perfume com "profundidade". Deixo um abraço para o pessoal da Água de Cheiro - Porto Seguro - BA

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Dolce & Gabbana in Rio

O mobiliário urbano do Rio de Janeiro recebe até o dia 23 de janeiro (domingo), a campanha do perfume Light Blue, de Dolce & Gabbana, intitulada “Light Blue Next Generation”. A campanha foi desenvolvida para criar uma forte sintonia com o público carioca. Para isso, Dolce & Gabbana veste a cidade do Rio de Janeiro com uma poderosa rede “Light Blue” e desvenda cada vez mais o desejo do consumidor que busca qualidade nos produtos que comercializa.

A campanha consiste em imagens que reforçam o conceito das fragrâncias que é “um convite para sair da realidade diária e escapar para a sensualidade do Mediterrâneo”, colocadas dentro da caixa publicitária que contém informações sobre o perfume. São 200 faces do Mobiliário Urbano, entre cabines de segurança, placas direcionais, totens, banheiros públicos, abrigos de ônibus e táxis, relógios, cabine telefônica, entre outros.

Light Blue é para mulheres modernas que gostam do estilo de vida elegante e casual. Traduzindo o sol intenso e as noites deslumbrantes, essa fragrância refrescante e intensa representa a sensualidade do Mediterrâneo.

Já a fragrância masculina, Dolce & Gabbana Light Blue Pour Homme, é para homens seguros de sua masculinidade, com personalidade forte e bem sucedidos. Homens ligados à moda de grandes marcas e à informação de forma geral.

No Brasil, os perfumes Dolce & Gabbana são distribuídos com exclusividade pela RR Perfumes e Cosméticos e podem ser encontrados em perfumarias, drogarias, super e hipermercados de todo o País. www.revistafator.com.br

domingo, 16 de janeiro de 2011

Fahrenheit

Um perfume da família floral amadeirado, bastante instigante. Esse perfume se apresenta com notas florais e evolui, aos poucos, para um corpo quente e bastante sedutor, nitidamente marcado pela presença do sândalo e do couro. O barato dessa fragrância está no fato de se obter um efeito viril com notas florais bem distintas, principalmente as de folhas de violeta, ou seja, um perfume masculino sem agressividade. Delicado. Inteligente. Moderno. E outra coisa: perfeito para quem deseja algo diferente de tudo o que já usou.
Fahrenheit conta também com notas de lavanda e amêndoa, o que reforça o contraste entre as notas frescas e as mais cálidas e sedutoras.
Finalizando, têm-se ainda o amargor e o aconchego do patchouli e do vetiver. Um clássico da perfumaria, adorado por muitos homens.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

A fixação de um perfume na pele

Engano pensar que, só por ser importado (principalmente francês), um perfume vai durar quase que uma "eternidade" na pele. Realmente há fragrâncias mais duradouras, no entanto, entre os famosos, também há aqueles com um tempo de fixação menor. Devemos levar em consideração o seguinte: Em primeiro lugar, o tipo de pele e de matabolismo de cada um. Sim. Isso influencia demais na fixação de um perfume. As peles morenas e as mais oleosas, por exemplo, têm maior poder de reter a fragrância. Outro ponto importante: os ingredientes que formam a base de um perfume. Na verdade, não há um produto químico chamado "fixador" que se acrescenta a um perfume. Os fixadores são elementos naturais que também participam da composição da fragrância. São as notas de fundo, geralmente representadas por madeiras, resinas e matéria-prima de origem animal (musk, por exemplo). Portanto, a elaboração cuidadosa dessas notas de fundo é que garante a fixação do perfume. Último item: a concentração de essência contida em um perfume. Eau de Toilette, Eau de Parfum e os mais poderosos: Parfum ou Extrato. Em ordem crescente, essas três denominações (as principais)indicam a porcentagem de essência contida num perfume. Cabe lembrar que entre os masculinos é mais comum a versão Eau de Toilette. Entre os femininos pode-se encontrar uma mesma fragrância nas três versões (com preços diferentes, é claro).

Angel

Essa fragrância tem lugar garantido entre os mais importantes e significativos perfumes de toda a história. Angel inaugurou a tendência gourmand na perfumaria, isto é, a criação de fragrâncias inspiradas em guloseimas, como o chocolate e a baunilha. Foi criado em 1992, inspirado nas memórias de infância de Thierry Mugler. Contém bergamota, amora, mel, baunilha, caramelo e chocolate. Um perfume que mais parece uma sobremesa.
Muitas pessoas, entretanto, reprovam-no por ser demasiadamente apelativo. Creio que os tons florais deveriam sobressair de maneira mais viçosa, mais vibrante. Falta-lhe algo mais cítrico, mais aromático, embora seja um perfume oriental. Pensemos em Ange ou Démon, por exemplo. Ou em Dior Addict.
Há uma impressão em Angel de que as flores que participam dessa composição murcharam há tempos. Entretanto não se pode ignorar os efeitos "saborosos" desse perfume. A combinação de notas doces e gulosas fomentam a curiosidade e o desejo.
O frasco é deslumbrante e tem se tornado objeto de desejo de muitas mulheres que conheço.
Para a mulher que se utiliza de seu ar angelical para se tornar ainda mais sedutora. Está entre os preferidos de Nicole Kidman, Hillary Clinton e Dianna Ross.

Kouros

Um clássico da perfumaria, mantém um público fidelíssimo. Perfume masculino por excelência e impossível de não ser notado. Kouros pertence à família dos aromáticos, ao lado de Drakkar Noir, Paco Rabanne e Azzaro pour Home. Inspirado na Grécia Antiga, carrega consigo toda a virilidade e força dos deuses do Olimpo. Marcou a década de 80, mas continua arrebanhando fãs por todo o mundo. Há aqueles que dizem "detestar" esse perfume. Eu já passei por essa fase e, como a maioria, acabei cedendo ao seu poder de sedução. Contém louro, coentro, bergamota, cravo, canela, gerânio, jasmim, vetiver, patchouli, âmbar e musk. Esses elementos criam um interessante contraste que revela a rusticidade das especiarias e das madeiradas e a delicadeza do jasmim. O fundo é besuntado, viril, opulento, lembrando os odores secretos da intimidade animal.
Kouros é contundente, como deve ser, e seu apelo aromático (principalmente do coentro) e incensado cede lugar, aos poucos, às insinuações voluptuosas das notas de base, que persistem por uma fração de eternidade.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Cabotine

Delicioso. Trata-se de um chipre-floral contendo aromas de flores delicadas como Rosa, Ylang-Ylang e Tuberosa. O fundo é de cedro e baunilha. Um perfume multifacetado, assim como a maioria das fragrâncias dessa família. Cabotine traz o aroma alegre das flores. Um cheiro claro e limpo. Porém, aos poucos, vai se desenvolvendo na pele e começa a se apresentar um pouco mais cálido, graças à baunilha. Um perfume alegre, estimulante e também romântico. Ideal para a menina mulher.
Cabotine é uma ótima opção para quem deseja matar saudades de "spirit of flowers", colônia descontinuada de O Boticário.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

As garrafinhas de O Boticário

Na verdade são ânforas. Em 1979 surgiu a primeira colônia de O Boticário: Ácqua Fresca. A fim de acondicionar a fragrância em um frasco com melhor apresentação, o empresário Miguel Krigsner comprou um lote de 70.000 desses frascos do empresário Sílvio Santos, que pretendia se lançar no mundo da perfumaria. Desde então essas ânforas tornaram-se marca registrada da empresa. Na verdade, a maioria das grandes grifes de perfume conta com um desenho de embalagem padrão a qual, embora dispute a vitrine com outras bem diferenciadas, acaba se tornando a cara da marca, reconhecida facilmente pelos consumidores.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Calvin Klein

"Calvin Richard Klein, nascido a 19 de Novembro de 1942, é um estilista estadunidense de origem judaica húngara. Calvin Klein é também o nome da marca de roupa comercializada pela sua empresa, inaugurada em 1968. Calvin Klein é uma das grifes mais famosas do mundo. Com sua loja matriz em Nova York, nos Estados Unidos. Fez parte do primeiro time de estilistas que desenharam a moda dos Estados Unidos no século 20. Formou-se no Fashion Institute of Technology, em 1962. Durante os cinco anos seguintes, trabalhou para diversos confeccionistas especializados em costumes masculinos e casacos, até que em 1968 resolveu abrir seu próprio negócio. Klein vendia suas roupas em pequenas quantidades para grandes lojas de departamentos, e foi em uma delas, a Bonwit Teller, que recebeu sua primeira grande encomenda: um alto executivo da casa o viu empurrando pelo corredor uma arara de roupas, gostou do que viu e fechou um negócio de US$ 50 mil. A partir daí, ele foi se aperfeiçoando na arte de confeccionar roupas masculinas, especialmente paletós, casacos e blazers. Logo, fazia também roupas para as mulheres. Suas linhas clássicas e suaves começaram então a aparecer em coleções sportswear. Cada novo lançamento seu transformava-se em sucesso. Com a sobriedade como sua marca registrada, ele foi caminhando para uma criação cada vez mais sofisticada, sempre respeitando os conceitos de harmonia de proporções. Com os jeans, Calvin Klein tornou-se um verdadeiro mito - ter um ‘Calvin’ passou a ser um sonho mundial de consumo." WP Sua moda, principalmente as roupas íntimas masculinas, são quase que uma marca do exigente público gay e seus perfumes também são muito bem aceitos por eles. Na perfumaria, Calvin Klein se destaca por grandes fragrâncias, imitadas em todo o mundo, como os consagrados Eternity e CK One, o envolvente Obsession e o meu preferido Escape. Maravilhosos. Uma de suas frases: "Ser moderno é ter escolha, porque homens e mulheres têm necessidade de opção. É preciso criar alternativas e oportunidades para isso".

Escape


Trata-se, no meu ver, de um dos melhores perfumes femininos da grife Calvin Klein.
Uma perfeita combinação de frutas e flores que exala um frescor suculento e muito peculiar. Escape começa com uma explosão floral frutal em que nitidamente se percebe o cítrico dulçor da maçã verde umedecido pelas notas frescas do melão que encaminham rapidamente a fragrância para os acordes aquáticos, marinhos; ricamente aromáticos e prontamente encantadores. As notas de fundo ficam por canta do almíscar e do sândalo, que finalizam o arranjo, sem corromper a deliciosa "sinfonia" de flores e frutos frios.Escape traz um romantismo equilibrado, balanceando o dulçor das notas florais de jasmim, rosas e ylang-ylang, os acordes frutais com notas tônicas e amadeiradas. Combina perfeitamente com o verão (em ocasiões menos corriqueiras),já que não apresenta notas orientais carregadas. Uma fragrância de alcance profundo, invasiva, mas não inconveniente.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...